Bebidas e Hipoglicemia

1
4343

Bebidas e Hipoglicemia

A ingestão de bebidas ricas em álcool e açúcares podem ocasionar hipoglicemia reativa severa . Inclusive com sintomas neuroglicopênicos que surgem três a quatro horas após a ingestão.

Causas da hipoglicemia

O álcool age aumentando a resposta insulínica induzida pela ingestão do carboidrato.
Recentemente, foi sugerido que o álcool diminui a resposta epinefrínica. Ele suprime acentuadamente a liberação do hormônio de crescimento em resposta à queda dos níveis de glicose sanguínea.
A intolerância hereditária à frutose é um raro distúrbio genético ocasionado pela deficiência da enzima frutose-1-fosfato aldolase.  Sendo a frutose um dos açúcares encontrados dentro da sacarose,isso pode levar a crises de hipoglicemia pós prandial tardia.

Hipoglicemia durante a atividade física

Após uma breve referência sobre possíveis motivos de crises hipoglicemicas, retomamos o foco principal do nosso estudo e relacionamos o diabetes, ou melhor, a ocorrência de hipoglicemias em pacientes diabéticos à pratica de atividades físicas.
As crises hipoglicemicas nestes casos são mais frequentes quando a glicemia inicial esta próxima ao normal (80 a120 mg/dl) e quando o exercício é executado logo após a injeção de insulina no membro em exercício (FABRÍCIO, 2001).
A hipoglicemia está geralmente associada ao tratamento com insulina, mas pode ocorrer também quando o exercício é prolongado e de intensidade moderada e/ou quando a captação de glicose excede a produção hepática.
Esse fato ocorre pela somatória do excesso de insulina, aumento da sensibilidade insulínica, aumento da entrada de íons cálcio na célula e inibição da produção hepática de glicose (ZINMAN et al., 1984).

Como evitar a hipoglicemia?

Geralmente, o quadro pode ser evitado:

  • realizando-se refeições em horários adequados,
  • diminuindo a dose de insulina,
  • reduzindo a quantidade de anti-diabéticos orais e
  • controlando os horários das atividades físicas.

Na ausência de insulina ou numa condição de controle inadequado do diabetes, a execução de exercícios leves ou moderados podem provocar aumento da glicemia e da cetose em indivíduos diabéticos.
Neste caso, apesar das melhorias na captação de glicose pelos músculos durante a execução da atividade física, a baixa quantidade de insulina presente no organismo leva ao aumento da produção hepática de glicose alterando positivamente a glicemia.
Portanto, em indivíduos com o diabetes fora do controle ou com glicemia acima de 240mg/dl, a prática de exercícios físicos não é recomendada.
Procure o Programa Prevenção e otimize seus resultados!
Deseja comer melhor para viver bem?

 

1 comentários

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Por favor, digite seu nome